Tag: Blog Pago

Você Está Preparado Para Ter (e Cuidar de) um Blog?

Este é o primeiro artigo do Blog Aprendiz, e para seguir uma linha de raciocínio útil aos leitores, partindo dos princípios mais básicos, resolvi falar de forma resumida sobre temas que costumam confundir iniciantes no web design e blogging: ter um blog é fácil? Qualquer um pode ter? Dá pra ganhar dinheiro com isso? Ou será melhor fazer um site? E a diferença entre eles?

Preparado Para Ter um blog

O termo blog veio de weblog, algo como um registro na rede. A estrutura de um blog é diferente de um site estático (conteúdo fixo), possibilitando ao dono (ou escritores) escrever e adicionar imagens, vídeos, e muitos outros tipos de conteúdo, na frequência que quiser. Se lhe apetecer, pode postar (criar postagens) diariamente, ou de hora em hora, ou a cada três dias, uma vez por mês…

Seus leitores poderão interagir com você através de comentários, tornando a experiência de ambos muito mais rica do que em sites tradicionais, como se viam no início dos anos 2000 – na verdade, os blogs ganharam tanta força que mesmo grandes corporações hoje têm blogs, muitos inclusive usando a plataforma WordPress, que é a usada e será mais discutida aqui no Blog Aprendiz. Toda a estrutura é automatizada, e geralmente o escritor não precisa saber escrever uma linha de código sequer para manter seu blog – embora seja recomendável que conheça o básico, para não depender de outras pessoas a cada simples tarefa ou manutenção.

Quando as primeiras formas de blog começaram a ganhar popularidade, o modelo mais comum era o de “diário online”, algo totalmente em desuso, especialmente para quem tem pretensões maiores com seu blog, como ganhar dinheiro e alguma popularidade – a não ser que você seja uma grande celebridade, cuja vida desperte interesse nas pessoas. Seria um desperdício de ferramenta se esse jeito de blogar ainda fosse corriqueiro, já que o potencial de criação e distribuição de informações pertinentes através dela é enorme.

Ferramentas

Existem inúmeras formas de se começar um blog, inclusive muitas totalmente gratuitas, como o Blogger, o WordPress.com e o Tumblr, a maioria delas bastante fácil de usar, permitindo que alguém sem experiência alguma consiga criar um blog com um mínimo de aprendizado. No entanto, é preciso ter em mente que pretensões maiores, exigirão esforços maiores, como gastos, estudo e dedicação.

Como cuidar de um Blog

Site ou Blog?

Embora ambos sejam feitos com os mesmos tipos de linguagem de programação (html, php, asp, javascript, etc), a maior diferença entre eles está na estrutura e apresentação. Enquanto um site geralmente representa uma empresa, instituição, os blogs costumam ter caráter mais pessoal – embora isto não seja uma verdade absoluta; muitas empresas preferem blogs para manter uma relação mais direta com clientes e funcionários.

Os sites são mais “estáticos”, com páginas atualizadas apenas quando necessário, enquanto os blogs recebem atualizações e novas páginas com frequência. Pode-se dizer que os blogs seriam algo como “versões mais ágeis e pessoais dos sites”.

Qualquer um pode ter? É fácil?

Claro que sim, basta ter disposição para escrever e postar conteúdos com frequência. Mesmo sem conhecer programação, basta estar habituado às práticas comuns da internet (como fazer cadastros em sites, gerar senhas, usar redes sociais, postar comentários e respostas, etc) para começar a blogar em qualquer plataforma grátis.

Você tem Twitter? Ele já é uma forma de blog (microblogging, como ficou conhecido). Não é tão diferente com outras plataformas.

Fácil é fator variável. Afinal, o que é fácil para um, pode ser muito custoso para outro. Se você gosta de computadores, de redes sociais, de divulgar informações, compartilhar conteúdos, de digitar, pesquisar e especialmente, se é paciente o bastante para ver algo desenvolver-se lentamente, ter um blog é pra você.

Por outro lado, se quer resultados rápidos, e jamais abriria mão de algo para passar alguma horas em frente ao seu computador escrevendo para outras pessoas, é melhor começar a pensar em outro passatempo ou ocupação. Alguns blogueiros determinados a conseguir sucesso são capazes de passar várias horas por dia ao computador, e em casos de blogs iniciantes, não é difícil encontrar quem fique até 10 ou mais horas por dia trabalhando (não que isto seja muito saudável, mas alguns sacrifícios podem ser urgentes; se não aguenta,  desista antes de começar).

Dinheiro? Alguém Ganha Dinheiro com Isso?!

Não só há quem ganhe dinheiro, mas um bom dinheiro. Alguns blogueiros profissionais deixam o mercado formal para dedicarem-se integralmente ao blog, conseguindo valores mensais muitíssimo acima de salários pagos aos profissionais de informática como professores, instrutores e técnicos.

Blog Pago

Por exemplo, o Criar Sites, do Celso Lemes – não é meu parente, antes que perguntem :biggrin: – é um dos mais conhecidos metablogs, e trata abertamente ao falar de ganhos, divulgando inclusive balanços mensais de suas despesas e lucros com o blog. Outros blogueiros (gringos e nacionais) chegam a conseguir valores acima de dezena de milhares de Reais por mês.

Será fácil alcançar isso? “Ah, mas é só ficar sentando ao computador o dia todo, sem fazer nada, escrevendo e ganhando dinheiro!” Claro que não, mas está ao alcance de qualquer um: basta dedicar-se, tem paciência para colher os frutos e buscar aperfeiçoamento constante.

E para quem não pretende ganhar dinheiro, querendo apenas um canal de interação com as pessoas, divulgar um hobby, etc, ter e manter um blog pode ser ainda mais simples.

Nos próximos posts, vamos continuar aprofundando a discussão sobre a criação de blogs, ensinando os primeiros passos para quem precisa começar do zero, e compartilhando informações adquiridas ao longo do tempo em minhas experiências com blogs