10 Mentiras mais usadas pelos clientes para web designers

10 Mentiras mais usadas pelos clientes para web designers

1. Tem como fazer de graça agora e na próxima vez a gente compensa?

Claro. Vou ficar o mês inteiro (dependendo do tamanho do trabalho) trabalhando de graça pra você sem ganhar nada; afinal não preciso pagar as minhas contas… tudo bem, quem sabe depois de alguns anos você não resolve fazer outro trabalho comigo. Haha! Piada né?

Mentiras mais usadas pelos clientes para web designers

2. Nós só iremos pagar depois que o trabalho final for aprovado.

Mesmo problema da lorota desculpa anterior. Sempre peça um sinal antes de começar o trabalho ou então especifique no contrato que você vai receber 10% ao assinar o contrato, 20% depois da segunda etapa e o resto no final do trabalho.

3. Faça esse trabalho pra gente, você terá uma grande exposição e os clientes irão lhe aparecer aos montes.

Se “grande exposição” pagasse contas e colocasse comida na mesa, quem sabe? Mas como até hoje isso não aconteceu, eu prefiro receber em dinheiro. Por acaso você diz para o médico “o senhor pode fazer essa cirurgia em mim, todos os meus amigos irão ver! Assim o senhor vai conseguir vários clientes!” Acho que ninguém diria isso a um médico certo? Então por que dizer a um designer?

4. Nós ainda não temos certeza se contrataremos você, por que você não deixa esses esboços comigo para que eu fale com o meu sócio?

Em menos de meia hora, ele já terá ligado para 10 agências, 20 designers e 3 sobrinhos perguntando quanto eles iriam cobrar para fazer exatamente o que você descreveu no seu esboço. E no outro dia você será informado de que você estava cobrando muito caro e que infelizmente o sócio dele fechou o negócio com outro designer. E você fez uma consultoria gratuita para ele. Sugestão: antes de fechar o negócio, não deixe nenhum material, esboço ou algo do gênero com o cliente.

5. Pra que contrato? Afinal você é o meu camarada não é?

Claro que sou, mas já diz o velho ditado “amigos amigos, negócios a parte”. Afinal pra que por em risco uma bela amizade por causa de um pequeno um mal-entendido durante o projeto ou por causa de um “disse-não-disse” ? O contrato é essencial, sempre!

6. Me mande a conta depois que você mandar o trabalho para a gráfica.

Por que não pagar antes? Afinal, você já fez o seu trabalho! Essa é uma tática muito usada para pedir alterações no trabalho depois que ele já foi aprovado pois como você ainda não recebeu o seu pagamento, você será “obrigado” a fazer estas alterações.

7. Mas o último webdesigner fez isso por R$ XXX !

E o que você tem com isso? Se o outro webdesigner fez mais barato, contrate-o! Pois se o cliente está falando com você, quer dizer que o outro cara não era tão bom né? Valorize o seu trabalho, não cometa esses absurdos que vemos hoje na internet de pessoas que se auto-proclamam webdesigners cobrando 200-300 reais por um site.

8. Nosso budget máximo é de R$ XXX.

Então ele que arranje um sobrinho dele que faça por esse preço. Se ele só dispõe de R$ XXX para gastar com o projeto, então deixe claro para ele que você pode até fazer por esse preço mas que o resultado será respectivo ao valor pago. Não estou falando para você fazer de qualquer maneira, mas ao invés de fazer o site em AJAX com Ruby e Silverlight, faça-o em XHTML e PHP.

9. Nós não temos como lhe pagar por esse trabalho no momento. Tenho uma idéia, você faz esse de graça, nós iremos ganhar um dinheiro e depois lhe pagamos!

Essa é clássica! Se eles estão falando que estão sem dinheiro é porque a coisa deve estar realmente feia e já devem ter uns 15 na lista de pindura. Quando ele ganhar um dinheiro, se ele ganhar, com certeza terão várias pessoas na sua frente para receber. A não ser que você tenha um espírito empreendedor e queira investir no seu cliente, não concorde com essa idéia.

10. É que estamos sem dinheiro…

Evitar essa desculpa é impossível, então para resolver essa questão sem se estressar, já dê o valor um pouco mais alto, assim, quando o cliente começar a barganhar você desce o preço até o real valor.